Dimas Salustiano é homenageado pela Câmara Municipal de São Luís

A Câmara Municipal de São Luís realizou, na manhã desta sexta-feira (09), uma sessão solene para entrega de Placa Alusiva ao advogado Dimas Salustiano da Silva em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à sociedade ludovicense.

A homenagem proposta pelo vereador Cezar Bombeiro (PSD) contou com as presenças dos vereadores Ricardo Diniz (PRTB); Antônio Garcez (PTC); Osvaldo Muller (PT) e Nato Júnior (PP) que presidiu a Mesa Diretora, que contou ainda com a presença da professora Lucyclea Gonçalves França, representando a reitora da (Universidade Federal do Maranhão (UFMA), professora Nair Portela; do secretário municipal de Articulação Política Nonato Chocolate, representando o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT); Márcio Rodrigues de Deus, presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do MA; Pedro Robson Holanda da Costa, Secretário da Fiema e Marcelo Carvalho, Chefe do Departamento de Direito de UEMA. Estiveram presentes ainda amigos e familiares do homenageado.

“É muito importante a gente homenagear a pessoa que luta pela educação em nossa cidade, nosso estado e no Brasil. O Dimas é de origem humilde, se formou em direito, foi proprietário da Faculdade São Luis e já deu inúmeras contribuições a educação. Portanto, é uma pessoa que contribui muito para a educação em todas as esferas”, pontuou o vereador Cezar Bombeiro.

“Me sinto além de orgulhoso, honrado e feliz, ainda mais por se aproximar o dia 11 de agosto, Dia do Advogado, Dia da Justiça, dia da criação dos cursos jurídicos no Brasil e dia do meu aniversario. Portanto, é um belo presente!”, lembrou o homenageado

“No momento de crise politica, social, institucional, a homenagem que o vereador Cezar, faz ao professor Dimas, é importante por que são pessoas assim, que nós precisamos recorrer a sua inteligência a seus saberes e militância. A contribuição que ele tem com a luta do povo quilombola do Maranhão e do Brasil, através de suas pesquisas e pareceres muito contribuíram para que o Centro de Cultura Negara encaminhasse a nível de Brasil a luta quilombola no nosso estado, luta que ainda continua e que muito mais ainda tem de ser feito, para a garantia da justiça social”, pontuou o secretário.

Leia:  Norma do Maranhão sobre permanência de juiz em comarca após promoção é objeto de ADI
 

Leave a Comment